O Consórcio

 

O consórcio é composto por 4 organizações do sector da biomassa q

 

Este grupo é composto por dois associações com interesse e actividade na área da utilização da biomassa para fins energéticos, dois centros de transferência tecnológica e uma Associação de Consumidores. Segue-se uma breve descrição dos parceiros e dos projectos em que estão envolvidos:

 

 

 

 

 

A AVEBIOM foi fundada em 2004 como o objectivo de promover o desenvolvimento do sector da bioenergia em Espanha. Os principais objectivos desta organização podem resumir-se do seguinte modo:

- Promover a criação e o desenvolvimento do sector de bioenergia em Espanha;

- Envolver as administrações públicas nomeadamente a Agricultura, o Ambiente, a Indústria e a Economia;

- Estimular o aparecimento de empresas no âmbito da transformação, comercialização e abastecimento de biocombustíveis sólidos, assim como a criação de empresas no domínio do aproveitamento energético, produção de biocombustíveis, biogás e equipamentos relacionados.

 

A AVEBIOM coloca a sua experiência e os seus meios à disposição de todos os interessados que desejem desempenhar um papel na melhoria e no desenvolvimento da utilização da biomassa no sector da energia: agricultores, agentes do sector florestal, empresas de transformação de produtos agricolas, indústrias privadas, institutos de investigação, centros tecnológicos e universidades, produtores de máquinas específicas para a combustão, fabricação e transporte de biomassa, etc.

Oferece aos seus associados a colaboração, ajuda e a assessoria que necessitem na área da bioenergia, contactos com as administrações públicas e organização de iniciativas e eventos para a difusão e sensibilização acerca das potencialidades deste recurso na luta contra as alterações climáticas, e para a promoção das zonas rurais e da sua sustentabilidade a nível ambiental e económico.

A AVEBIOM é membro da Junta Directiva da rede europeia da biomassa (AEBIOM), participando activamente nas acções da EU organizadas em torno desta organização. Por sua vez é o sócio nº 1 da Associação Mundial de Bioenergia, fazendo parte do “Steering Commitee” da Plataforma Europeia do Frio e do Calor Renováveis

 

 

 

 

 

 

 

 

O CBE - Centro da Biomassa para a Energia é uma associação privada, dotada de utilidade pública, cuja finalidade é promover a utilização da biomassa para a produção de energia, contribuindo assim para a diversificação energética, pela utilização da biomassa, em actividade desde 1988.

 

A base de actividade da Unidade de Biomassa é o estudo das fileiras de valorização energética da biomassa de origem florestal; agrícola; resíduos sólidos da actividade agro-industrial e da indústria transformadora da madeira; resíduos de origem animal; resíduos urbanos e espécies especialmente vocacionadas para a produção de energia.

 

O CBE tem, dispõe de um Laboratório Especializado em Biocombustíveis Sólidos que efectua prestação de serviços a clientes externos.

Desenvolve a sua actividade na preparação de amostras, caracterizações físico-químicas e desenvolvimento de trabalhos de I&D na área dos biocombustíveis sólidos. 

 

Está ainda vocacionado para prestar apoio técnico à indústria de processamento de matérias-primas biomássicas.

Este laboratório tem realizado diversos estudos essenciais para o conhecimento da biomassa nacional, designadamente resíduos florestais e agrícolas, resíduos sólidos provenientes da actividade agro-industrial e da indústria transformadora dos produtos florestais, ou ainda espécies vegetais especialmente vocacionadas para a produção de energia.

Os principais objectivos do CBE são os seguintes:

-  Conjugar e coordenar esforços das diversas entidades privadas e organismos públicos no aproveitamento da biomassa;

-  Apoiar técnica e tecnologicamente as empresas na produção de energia por utilização da biomassa;

-  Promover a transferência tecnológica de conhecimentos e tecnologias para as empresas industriais;

-  Realizar e dinamizar trabalhos de demonstração, de investigação e desenvolvimento, visando novas tecnologias ligadas à produção, transformação e utilização da biomassa;

-  Promover o desenvolvimento de equipamentos adequados à recolha, preparação, transformação e utilização da biomassa;

-  Promover a formação técnica e tecnológica especializada, contribuindo para a formação de pessoal qualificado nas empresas e instituições, nos domínios relativos à sua finalidade;

-  Divulgar informação técnica e tecnológica na área da sua especialização.

 

O CVR – Centro para a Valorização de Resíduos é uma instituição privada sem fins lucrativos, constituída em Braga, por escritura pública em de Julho de 2002. Presta serviços de investigação, análises científicas e aplicação de soluções reais na área da valorização de resíduos. Independentemente da área de actividade industrial, o CVR tem competências necessárias para apoiar projectos e iniciativas relacionadas com uma ampla gama de resíduos industriais e florestais.

Entre as suas principais actividades, podem-se destacar as relacionadas com o sector bioenergético, mais especificamente, o desenvolvimento de projectos para a valorização energética dos resíduos florestais e agro-industriais, no processo de produção de biocombustíveis sólidos e a realização de serviços em empresas para aproveitamento dos seus resíduos como fontes de energia renovável.

O CIEMAT, inscrito no Ministério da Ciência e Inovação da Espanha, é um Organismo Público de Investigação de excelência em matérias de energia e de meio ambiente, bem como em múltiplas tecnologias de vanguarda e em diversas áreas de investigação e desenvolvimento tecnológico, servindo de referência para representar tecnicamente a Espanha nos fóruns internacionais e para assessorar as administrações públicas em matérias da sua competência. O CIEMAT encontra-se diversificado tecnológica e geograficamente, para atender às necessidades de I+D em Espanha de um modo geral das suas Comunidades Autónomas em particular.

A actividade do CIEMAT desenvolve-se em torno de projectos de investigação que sirvam de ponte entre a I+D e o interesse social. A equipa humana do CIEMAT é formada por, aproximadamente, 1.200 pessoas, das quais 47% são licenciados.

 

O CIEMAT é um organismo pioneiro no desenvolvimento das energias renováveis em Espanha, sobre as quais tem desenvolvido um importante trabalho desde 1985, ano em que foi criado o Instituto de Energias Renováveis (hoje Divisão de Energias Renováveis). Para além da anterior divisão, conta actualmente com um Centro Especializado em Desenvolvimento das Energias Eólicas e Biomassa, denominado CEDER-CIEMAT (Centro de Desarrollo de Energías Renovábles), situado em Lubia (província de Soria, Castilla e León, Espanha).

 

 

 

Web Design by nlocal