Onde se encontra a biomassa? O BIORAISE atualizado diz-to

Quarta-feira 29 de Fevereiro, 2012

 

A atualização da aplicação BIORAISE, um Sistema de Informação Geográfica (SIG) online para calcular o potencial da biomassa, os custos de recolha e transporte em regiões de Espanha, Portugal, França, Itália e Grécia, já esta terminada e em funcionamento.



A aplicação BIORAISE fornece uma visão geral de empresas do setor de biomassa sólida e permite que conhecer a disponibilidade de recursos de biomassa em locais geográficos específicos através de um visualizador de mapa, um serviço útil para os promotores de projetos de energias renováveis.

Além disso, a ferramenta fornece informações aos utilizadores, que querem saber se perto das suas residências existem fabricantes de pellets ou instaladores de caldeiras de biomassa.

Mais tipos de biomassa adicionados

Até agora, estava apenas contemplada na aplicação a biomassa primária, agrícola ou florestal. Com a atualização, ampliou-se a sua capacidade com dados de biomassa secundária proveniente de atividades industriais.

A primeira versão foi desenvolvida em setembro de 2009 no âmbito do projeto CHRISGAS (www.chrisgas.com) financiado no âmbito do VI Programa Quadro da União Europeia e limitou-se à biomassa agrícola residual dos recursos em Espanha, Portugal, França, Itália e Grécia. A aplicação BIORAISE permitiu o cálculo de tais resíduos (toneladas de matéria seca por ano ou unidades de calor potencial GJ / ano) para superfícies discretas, com raios de 1 a 100 quilómetros ao redor de locais pré-selecionados. Além disso, foi possível estimar os custos tanto de extração como de logística.

Grande esforço na coleta de dados

No âmbito do projeto BIOMASUD realizou-se uma árdua tarefa de recolha de dados dos recursos provenientes da atividade industrial e das empresas do sector da biomassa tornando possível calcular o potencial de biomassa secundária proveniente da silvicultura e das indústrias agrícola no espaço SUDOE (Espanha, Portugal e Sul da França). Como resultado, em Janeiro de 2012 colocou-se em funcionamento uma nova versão da aplicação que incorpora novas funcionalidades e novos tipos de biomassa.

O projeto BIOMASUD (http://biomasud.eu) é coordenado pela AVEBIOM e financiado por fundos FEDER no âmbito do INTERREG IV B. Tem como objetivo a conceção e implementação de mecanismos de apoio para auxiliar o desenvolvimento de um mercado sustentável de biomassa sólida. Para alcançar os objetivos são definidos requisitos mínimos de sustentabilidade em toda a cadeia de valor para este mercado. Além disso, será criado um sistema para auditar e certificar a conformidade com estes requisitos, bem como um sistema de rastreamento que permita gerir os recursos a partir de uma perspetiva global.

Quem torne o projeto possível

Os parceiros do projeto são, de Espanha: AVEBIOM, CEDER-CIEMAT (Centro de Desarrollo de Energías Renovables del Ciemat) e UCE (Unión de Consumidores de España); de Portugal: CBE (Centro de Biomassa para a Energia), CVR (Centro para a Valorização de Resíduos); de França: UCFF (Union de la Coopèration Forestière Française), INRIA (Institut National de Recherche en Informatique et Automatique).

 

A ferramenta BIORAISE está disponível gratuitamente a partir dos servidores no CEDER-CIEMAT (Centro de Desarrollo de Energías Renovables del Ciemat, http://bioraise.ciemat.es/bioraise) ou a partir do sítio web do projeto BIOMASUD (http://biomasud.eu).

AVEBIOM é a Associação Espanhola de Valorização Energética da Biomassa; tem 185 associados, gerando um volume de negócios de  3.000 milhões de EUR e 8.500 postos de trabalho. Atualmente, ocupa a vice-presidência da AEBIOM, Associação Europeia da Biomassa.

www.avebiom.org

www.facebook.com/AVEBIOM

twitter.com/AVEBIOM

todas as notícias

Web Design by nlocal